6.5.06

Serenidade



...paz e calma.

Este é o fim-de-semana ideal para mim.

44 Comments:

Blogger Carlota said...

Para mim também! Mas só se não houver mosquitos! :D

Beijola.

6/5/06 8:34 da manhã  
Anonymous CC said...

Puedo escribir los versos más tristes esta noche.

Escribir, por ejemplo: «La noche está estrellada,
y tiritan, azules, los astros, a lo lejos».

El viento de la noche gira en el cielo y canta.

Puedo escribir los versos más tristes esta noche.
Yo la quise, y a veces ella también me quiso.

En las noches como ésta la tuve entre mis brazos.
La besé tantas veces bajo el cielo infinito.

Ella me quiso, a veces yo también la quería.
Cómo no haber amado sus grandes ojos fijos.

Puedo escribir los versos más tristes esta noche.
Pensar que no la tengo. Sentir que la he perdido.

Oír la noche inmensa, más inmensa sin ella.
Y el verso cae al alma como al pasto el rocío.

Qué importa que mi amor no pudiera guardarla.
La noche está estrellada y ella no está conmigo.

Eso es todo. A lo lejos alguien canta. A lo lejos.
Mi alma no se contenta con haberla perdido.

Como para acercarla mi mirada la busca.
Mi corazón la busca, y ella no está conmigo.

La misma noche que hace blanquear los mismos árboles.
Nosotros, los de entonces, ya no somos los mismos.

Ya no la quiero, es cierto, pero cuánto la quise.
Mi voz buscaba el viento para tocar su oído.

De otro. Será de otro. Como antes de mis besos.
Su voz, su cuerpo claro. Sus ojos infinitos.

Ya no la quiero, es cierto, pero tal vez la quiero.
Es tan corto el amor, y es tan largo el olvido.

Porque en noches como ésta la tuve entre mis brazos,
Mi alma no se contenta con haberla perdido.

Aunque éste sea el último dolor que ella me causa,
y éstos sean los últimos versos que yo le escribo.

Pablo Neruda (1904 - 1973)
in "Veinte poemas de amor y una canción desesperada" (1924)

6/5/06 4:37 da tarde  
Anonymous CC said...

Nada a ver com nada, mas achei tão bonito que me apeteceu compartilhá-lo "con usteds":)

6/5/06 4:40 da tarde  
Blogger patchouly said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

6/5/06 5:00 da tarde  
Blogger patchouly said...

E é mesmo muito bonito CC.

"muchas gracias" por partilhares essa gema.

Não escrevas os versos mais tristes esta noite. É sábado na cidade e o sol brilha.

6/5/06 5:01 da tarde  
Anonymous CC said...

Às vezes os versos mais tristes são escritos, sem que isso dependa só de nós:(

6/5/06 7:42 da tarde  
Anonymous Claude Monet said...

Est-ce que ça vous dérange si je peints votre photo, M. Patchouly?

6/5/06 10:06 da tarde  
Blogger patchouly said...

rien de rien M.Monet! Ça serait un honneur!

6/5/06 10:49 da tarde  
Blogger Sinapse said...

Ah! concordo, está um bocadinho Monet, está!

6/5/06 11:32 da tarde  
Blogger jc said...

Belo post, belo spot!

7/5/06 6:19 da tarde  
Anonymous CC said...

CC said...
Às vezes os versos mais tristes são escritos, sem que isso dependa só de nós:(

6/5/06 7:42 PM

Eu tinha mesmo razão...

7/5/06 11:51 da tarde  
Blogger tmc said...

Pessoas por todo o lado,
Serenidade?????????????
Onde???????????????????

Não vejo nada disso!

Só não te disse antes para não te estragar o fds!

Gosto mto da foto e do sitio, mas para mim serenidade nao tem nada a haver com isso

És mesmo um urbanoide.

8/5/06 12:34 da tarde  
Blogger trazmumbalde said...

Tenho a dizer que provavelmente a minha noção de serenidade deve ser mais a do tmc do que a tua patch. O rapaz tirou-me as palavras da boca. (Blhaaaaarrrrgggg que nojo!!!)

;)

8/5/06 12:51 da tarde  
Blogger patchouly said...

Serenidade para ti deve ser surfar no meio do esgoto, ó TMC! Viva a Natureza!

8/5/06 1:00 da tarde  
Blogger tmc said...

Pronto, tá tudo!

Essa tua serenidade está a dar-te cabo da moleirinha.

EhEhEhEh

Enganaste-te na palavra tá tudo!
coisas que tb acontecem aos Semi-Deuses

eheheheheh

festival,
festival,
festival

8/5/06 1:04 da tarde  
Blogger tmc said...

nao gastes o teu latim que nao vale a pena.
eu percebo!

8/5/06 1:06 da tarde  
Blogger patchouly said...

Serenidade é o que eu perco contigo todas as semanas, e depois tenho que recuperar em jardins paradisíacos e serenos, como o que está na fotografia.

O concerto da Radio Festival já foi, estás enganado. Nesses dias o palácio não deve ser nada sereno. Nos outros dias geralmente é. Passa por lá um destes dias, mas se fores depois de surfar toma banho antes.

8/5/06 1:06 da tarde  
Blogger patchouly said...

Isso são os vapores dos efluentes a turvarem-te o raciocinio. Isso passa.

8/5/06 1:07 da tarde  
Blogger tmc said...

patch???
O que se passa contigo? tás bem?

Nunca te vi assim de cabeça tão perdida.

Não vou dizer mais nada para não te enterrares mais.

bj ;P

8/5/06 1:10 da tarde  
Blogger patchouly said...

TMC???

8/5/06 1:10 da tarde  
Anonymous CC said...

Tchiii...Já mandam beijinhos uns aos outros...isto está bonito, está!!!
TMC e Trazmumbalde:
Quando não se sai do Porto ao fim de semana, há que procurar os sítios mais calmos e serenos que na cidade existem. E este é um deles.

(entrei no festival)

8/5/06 1:54 da tarde  
Blogger jc said...

Olha as comadres zangaram-se!

8/5/06 2:20 da tarde  
Blogger tmc said...

Pronto(s), eu vou fazer de conta que não aconteceu nada!

Hehehehe

8/5/06 2:22 da tarde  
Blogger trazmumbalde said...

Está bem cc, mas quando muito esta será uma tranquilidade muuuuuito relativa!
:)

8/5/06 2:25 da tarde  
Anonymous CC said...

Traz, é o que se arranja!:))

8/5/06 2:26 da tarde  
Blogger tmc said...

guerra por equipes?
Traz vs CC?

8/5/06 2:29 da tarde  
Blogger trazmumbalde said...

Seja então por equipes. (embora isto do tmc andar a mandar bjs para os coleguinhas não me inspire muita confiança)

Sendo assim cc também podemos considerar momento de serenidade um intervalo entre rounds de um combate de boxe (é o melhor que se arranja naquele momento), embora estar sentado no meio de uma multidão de espectadores com 2 ou 3 tipos a concertarem os estragos do round anterior, tenha muito pouco a ver com a minha noção de serenidade.

;P

8/5/06 3:25 da tarde  
Blogger tmc said...

hehehehe

8/5/06 3:33 da tarde  
Blogger patchouly said...

Tá tudo já a divagar! Ou está tudo já a passar-se?!

o que é que passear nos melhores jardins do Porto e, sim, num dos mais serenos, tem a ver com combates de boxe?

Os jardins do palácio não são o melhor que se arranja, tipo coitados dos jardins mas é o que há. São um equipamento urbano do melhor que conheço, herdeiros de um periodo em que o Porto se afirmava como grande cidade europeia, progressista e desenvolvida. Têm uma qualidade paisagistica como conheço poucos. São um excelente sítio para se passear com miudos. E sim, são bastante sossegados, bem mais que o parque da cidade.

As montanhas do alto minho ou as praias brasileiras são mais sossegadas? Se calhar são. Mas são longe. E não são no Porto.

Crises de 2ªFeira, quer-me parecer. Eu por mim acho optimo que não vão lá. Mais serenidade conseguirei lá encontrar.

beijinhos para todos (para tí também TMC)

8/5/06 3:49 da tarde  
Blogger tmc said...

És o Maior Patch!

Concordo com o que tudo o dizes, não o diria melhor.
Sim, concordo com tudo incluindo "Eu por mim acho optimo que não vão lá. Mais serenidade conseguirei cá encontrar.".

Não tenho nada a acrescentar a não ser para agradecer o retribuir os Beijinhos.
- Ai que doces!

8/5/06 4:00 da tarde  
Blogger trazmumbalde said...

Precisamente patch! Era exactamente aí que eu queria chegar. :)
Os jardins do palácio de cristal até podem ser os melhores jardins urbanos do planeta, mas não deixam de ser urbanos, e daí o 'és mesmo urbanoide' do tmc o teu campo de comparação para os classificares como serenos não foi além dos limites urbanos, assim como meu exemplo do intervalo no boxe não passou para além do tempo do combate.

tenho dito!
;)

8/5/06 4:00 da tarde  
Blogger trazmumbalde said...

P.S. Faltou um ponto, e dispenso os beijinhos!

:)

8/5/06 4:01 da tarde  
Blogger tmc said...

tá lindo isto, está!
Por este andar vamos bater o record do mundo de comentários.

bjs ;P

8/5/06 4:04 da tarde  
Blogger tmc said...

Atenção, bjs, bjinhos, mas atenção cá EU sou mto homem!

8/5/06 4:05 da tarde  
Blogger patchouly said...

Limites urbanos? é natural. Afinal:

fotos do porto e não só.

Eu também tenho fotos de praias serenas e de campos verdejantes sem vivalma. Mas não são do Porto, nem de passeios recentes. Daí o palácio. Sereno.
Como o povo, que isto é só fumaça.

8/5/06 4:09 da tarde  
Blogger trazmumbalde said...

fotos do porto e não só.

fumaça? onde é que é o incêndio?
Não há fumo sem fogo!
populus dixit


(como se eu soubesse escrever latim. Isto deve estar tudo mal.)

:)

8/5/06 4:12 da tarde  
Blogger tmc said...

Eu já nem digo mai nada!
PQ quem brinca com o fogo queima-se!

bjs

8/5/06 4:16 da tarde  
Blogger tmc said...

A avaliar pelo numero de visitantes, cá para mim já estamos a dar festival á borla prá blogosfera.
O Patch, saca ai a tabela de honorários!

8/5/06 4:19 da tarde  
Blogger trazmumbalde said...

prá blogosfera?
pra nós próprios!
Será que é hoje que vamos bater no fundo?

;)

8/5/06 4:22 da tarde  
Blogger patchouly said...

Vamos bater no fundo. o que vale é que o lago é pouco profundo...

8/5/06 4:23 da tarde  
Blogger tmc said...

Hoje pressinto que vamos subir aos pincaros da blogosfera!

8/5/06 4:25 da tarde  
Anonymous CC said...

TMC:
Não há guerra nenhuma

Traz:
Não serão tão serenos como uma montanha ou praia deserta, pois o povo abunda, mas melhores que a Av. Brasil num domingo são de certeza.

Patch:
Não disse "é o que se arranja" com ar de desprezo ou segunda hipótese. Disse-o porque É realmente o que se arranja no Porto. Ou conheces algo mais sereno num fim de semana?


E beijinhos para todos também. (eu posso mandar à vontade) Hihihi....Já o TMC tem que reafirmar qualquer coisa....(riso à mutley)

8/5/06 7:10 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Enjoyed a lot! » » »

5/3/07 5:46 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Very nice site! »

18/3/07 7:01 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home