28.6.06

janela aberta



num dos edifícios que define a praça D.João I, talvez a espreitar a oportunidade de uma OPA hostil sobre as estátuas de João Fragatoso, agora que outras OPA's parecem titubear.

Quem quiser ver a praça a 360º pode espreitar aqui.

17 Comments:

Blogger trazmumbalde said...

Gosto mais da OPA do Belmiro.
É caso para dizer:

Compra que sabes!

28/6/06 11:33 da tarde  
Blogger Mic@s said...

Quando era miúda sonhava que o Porto parava. De repente, e por minutos, todos ficavam imóveis (excepto eu,claro) e então aproveitava para cavalgar os cavalos de D. João I sem que ninguém me ralhasse!

Gosto do vosso blog. Não sabendo pra mais (!!), vão-me trazendo boas recordações! É bom, sabem?

28/6/06 11:34 da tarde  
Blogger TR said...

A última vez que estive no Porto tentei tirar uma fotografias ao tecto exterior da passagem frontal de um edifício que está mais à direita , atrás do cavalo e que creio ser de um banco. Sabes qual é? Tem umas imagens mitológicas no tecto, lindíssimas.

O nosso país é pequeno. Quando se juntam duas grandes empresas temos logo monopólio. A questão é a mesma nas telecomunicações com as fusões que parecem ser inevitáveis. Neste caso da banca, um quer enriquecer a capelinha; o outro quer uma Sé. Vamos ver se a Autoridade da Concorrência tem autoridade para uma investigação aprofundada...

28/6/06 11:56 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Vocês vivem dentro dos meus olhos...só podem!

É o Palácio Atlântico, tr. E os painéis que lá existem são da autoria de Jorge Barradas. Acho eu...

29/6/06 12:17 da manhã  
Anonymous CC said...

a anonymous sou eu! Enganei-me

29/6/06 12:18 da manhã  
Blogger trazmumbalde said...

Então é mesmo deste edifício que se vê na foto que estás a falar tr. Era a sede do BPA antes de ter sido comprado numa OPA hostil pelo BCP. Foi remodelado há uns anos, mas esses tectos mantêm-se.

Podes ver mais umas fotos desses tectos aqui

29/6/06 12:22 da manhã  
Blogger trazmumbalde said...

É verdade cc.

:)

29/6/06 12:26 da manhã  
Anonymous CC said...

São lindos. Boas fotos.
Afinal tinha razão quanto à autoria dos mesmos.

29/6/06 12:27 da manhã  
Blogger Luzinha said...

Durante a inauguração do Palácio Atlântico (na altura talvez o prédio mais moderno da cidade), foram ditas estas palavras: «Este acontecimento justifica, não só pelo que representa na vida do instituto de crédito tão intimamente ligado à economia e finanças da capital do norte, mas ainda atendendo ao contributo pelo majestoso edifício prestado ao embelezamento e valorização panorâmica do novo recinto citadino. Uma vereação avisada acudiu em boa hora, a realizar a obra que se impunha. Derrubou, arejou e reconstruiu. E nasceu, com moldes dignos da urbe, a Praça D. João I. Câmara e Banco, cada qual do plano de funções próprios, cumpriu a sua tarefa. O Porto tinha direito a que assim se fizesse, e assim se fez…»

29/6/06 12:28 da tarde  
Blogger Luzinha said...

Só mais uma coisita… que li no livro Palácio Atlântico : Memória Inaugural, 6 de Janeiro de 1951 e que não posso deixar de transcrever, porque fiquei deliciada com estas palavras de um estadista europeu (da época), ditas num congresso de arquitectura…

«Admiro a arquitectura. É a rainha das artes. Depois gosto da música – é também arquitectura. E a poesia – que é música e arquitectura…
Quando falo de arquitectura, é natural que fale de arquitectura moderna. Vou mais longe, falo de arquitectura funcional. Pois é a arquitectura que forma o quadro da nossa própria vida. Foi sempre assim porque seria hoje doutro modo? Estará a nossa época condenada a ser época estéril?... Não podemos sacrificar a vida às pedras sem valor. É preciso ultrapassá-las. Se o não fizermos, então as pedras cairão sobre as nossas cabeças…»

29/6/06 12:30 da tarde  
Blogger TR said...

Excelente. Obrigada!

29/6/06 1:24 da tarde  
Anonymous CC said...

E que estadista foi esse, Luzinha?

30/6/06 12:30 da manhã  
Blogger Funes, o memorioso said...

A foto é belíssima!
Diante dela, recuso-me a falar de coisas menores, como bancos e OPAS.

30/6/06 12:33 da manhã  
Blogger Luzinha said...

Desculpa CC, não te poder responder à pergunta... a pessoa que transcreveu este texto para o livro tb não o sabia... só faz esta referência... Dito por um Estadista Europeu da actualidade (anos 50...) :)

Engraçada uma coisa... o meu comentário foi feito às 12:30pm e o teu às 12:30am... ;))))

30/6/06 10:24 da manhã  
Blogger Sinapse said...

Mais uma vez, uma composição muito interessante! Boa, Patch'!

30/6/06 12:49 da tarde  
Anonymous CC said...

eheheh. quase nunca reparo nas horas.

1/7/06 12:57 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

The attractiveness of the Pandora Bracelets will in all probability be the simple fact which you can alter it to meet your tastes and design – for work, celebration or prestige! What will your color theme be? possibly your color theme will in all probability be centered in your favored founded of earrings or attire ring.

7/1/11 3:49 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home