18.10.06

para tempestade, tempestade e meia!


... numa visão recorrente do nosso blog

16 Comments:

Blogger Luzinha said...

'Haja tempestades' para vermos fotos espetaculares como estas!


:)

18/10/06 8:18 da tarde  
Blogger Caínha said...

O mar estava um espanto, conquistando molhes, ruas...
A fotografia está 5 estrelas :)

19/10/06 12:50 da manhã  
Blogger PCS said...

Boa foto!Mais um pouco à frente e ficaria muito boa.

19/10/06 1:51 da tarde  
Blogger jc said...

"Haja luzinha"!
Olá caínha e obrigado!
pcs, é bem verdade, mas eu com a idade tenho vindo a tornar-me mais cauteloso, e para quem à beira do mar vive e a sua poderosa força vai conhecendo, preferi disparar mais de longe até porque as ondas já íam passando o molhe.

19/10/06 3:06 da tarde  
Blogger BB (O.ö) said...

Heeeeelecasss!!! JC Grande Foto!!!

:)

19/10/06 5:02 da tarde  
Blogger TR said...

Fabuloso! O mar assim é incrivelmente bonito!

19/10/06 11:41 da tarde  
Blogger JRP said...

Não concordo nada com o meu velho amigo PCS e, por consequência, com o autor da fotografia, JC, na resposta que deu. A fotografia foi tirada no sítio certo:
1 - Permite o enquadramento com o céu nublado e imprime-lhe a sensação de tempestade.
2 - Expande a sensação de revolta marítima ao permitir a visualização do mar.
3 - Reforça, com o reflexo das poças de água no pontão, o sabor a água.
4 - E, mais importante que tudo o resto, imprime a ideia de profundidade perspéctica através das linhas do muro e do gradeamento até ao elemneto focal e central da fotografia: o Farol. Tudo o resto permanece vísivel.

Quando eu tenho a mania, fico impossível.
:)
De qualquer forma, a fotografia está sensacional!

20/10/06 1:39 da manhã  
Blogger Mia said...

Bela brutalidade... Medo... Profundo... Greatness...
Tudo Tempestade...Tudo nosso...Tudo....
Dá vontade de ser envolvida por aquele abraço brutal, meigamente retratado:)

Parabéns:)

20/10/06 4:02 da manhã  
Blogger Mic@s said...

(...)
Quem, para mim, de novo te arrastou?
E quem te esparge, em vozes diluída,
corpo de nuvem, neste mar que sou?
(...)
DMF

20/10/06 11:19 da manhã  
Blogger jc said...

(...)
Corpo de nuvem que, do mar saída,
volvida em chuva para o mar voltou,
quem te arrancou de mim? Quem te deu vida,
corpo que do meu corpo se arrancou?
(...)
DMF

21/10/06 12:06 da tarde  
Blogger Nuno Magalhães said...

Só quem nunca ali passou ou estacionou (de bicla) é que não sabe as agruras que o mar pode inflingir. Esta foto é um bom documento disso mesmo.

21/10/06 12:39 da tarde  
Blogger São Bocas said...

Sabes, JC, é que ando apaixonada...
...pelo DMF!
Em tudo o que é belo o leio!
:)

21/10/06 1:41 da tarde  
Blogger Hugo said...

Esta foto está muito boa!

21/10/06 9:07 da tarde  
Blogger Sinapse said...

... ABSOLUTA!

Adoro o mar assim tão pleno de poder, quase feroz!

A foto está absolutamente fantástica!

22/10/06 10:25 da tarde  
Anonymous Remus said...

Recorrente mas cheia de força. Até poderia ser a vossa imagem de marca. :)

23/10/06 10:23 da manhã  
Blogger jc said...

É verdade nuno!
É bom estar apaixonado bocas, e o DMF é belo transporte!
Obrigado hugo!
sinapse, essas malas já 'tão feitas?
Obrigado remus, aqui no NSPM as imagens de marca surgem ao acaso.

24/10/06 9:29 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home